Arquivos de Autor: Mateus Cabot

Consumo consciente: da ação individual para a luta coletiva

Por que comprar algo? O que comprar? Como comprar? De quem comprar? Como usar? E como descartar? Essas são as perguntas balizadoras para um consumo consciente.   Por algum tempo, quando ouvi falar em “consumo consciente”, pensei que havia encontrado a chave para a solução dos problemas da humanidade. Nesse período, acreditava piamente que se todo mundo fizesse um bocadinho só, conseguiríamos dar conta de muitos dos...

Pise Presente

Salve Glorioses! Esse mês quero convidar vocês a pensar em caminhos alternativos que levam - e elevam - nossa consciência. Quais são as pegadas que estamos deixando no mundo?   Nossos hábitos e principalmente a forma como consumimos interferem diretamente na saúde do Planeta e na nossa. A consciência dos consumidores vem crescendo com  maior adesão ao slow fashion- ...

A doçura do Mell no dia a dia dos animais

Por ter desenvolvido a fala e ter dominado alguns objetos, o ser humano é considerado o único ser racional entre tantos outros seres vivos. A vida do ser humano é voltada às suas necessidades e a sobrevivência conforme onde vive. É racional pois se adapta ao seu meio, basicamente. No Brasil, existem cerca de 30 milhões de animais abandonados, segundo a Organização Mundial da Saúde. São em média 10 milhões de gatos e 20 milhões de cachorros que...

“Só Nós”

Mulher, negra, jamaicana radicada no Estados Unidos, professora de escrita criativa na universidade de Nova York, ensaísta, dramaturga e poeta, Claudia Rankine é atualmente uma das principais vozes da literatura e do pensamento negro nos Estados Unidos. Ganhadora de prêmios literários importantes, ela teve seu livro mais recente, “Só Nós – uma conversa americana”, publicado no país pela editora Todavia. O livro examina o abismo entre a branquitude - o privilégio branco – e a negritude....

Brasil diferente?

O Brasil está regredindo ao período das invasões coloniais e sanguinárias. E precisamos acordar.    “Nós estamos em guerra. Eu não sei porque você está me olhando com essa cara tão simpática. Nós estamos em guerra. O seu mundo e o meu mundo estão em guerra. Os nossos mundos estão todos em guerra. A falsificação ideológica que sugere que nós temos paz é pra gente continuar mantendo a coisa funcionando....

Como a castanha contribui para os povos da floresta

Salve Glorioses! Hoje se inicia a primavera, data especial para trazer para vocês uma história que flore o meu coração: a relação entre a gigantesca árvore da castanha-do-Brasil e dois pequeninos animais , evidenciando a importância de cada indivíduo no perfeito ciclo da vida. Neste caso, a cutia, que é o principal dispersor de sementes dessa enorme árvore por ser um dos únicos animais que conseguem roer o ouriço que pode conter até 25 semesntes (a castanha em si), enterrando  o restante...

A vida secreta das árvores e o que podemos aprender com elaS

Meu primeiro contato com o Dia da Árvore foi na escolinha, ainda no período da alfabetização. Sabe aquelas atividades em que a professora pede para crianças escreverem um textinho explicando a importância das árvores? Depois todo mundo se junta para grudar bolinhas de papel crepom formando um ipê-amarelo. Foi numa dessas atividades que fiquei admirada como uma semente pequena se transforma em algo tão grande, com tantas funções e que precisa de tanta coisa para existir. ...

Dia do Cerrado Brasileiro

O Cerrado é aquele bioma que a gente sabe que existe, provavelmente a gente conhece, mas sabe tão bem sobre ele. Pensando nisso, em 2003, foi criado o Dia do Cerrado Brasileiro, para marcar e levantar debates sobre esse bioma tão importante para nós. Então vamos ao seu currículo:   Conhecido como o berço das águas, o segundo maior bioma da América do Sul guarda grandes reservas subterrâneas de água doce e ...

Baniwa e a força de suas mulheres

Salve Glorioses! Vocês que acompanham a Bemglô, sabem o quanto valorizamos e admiramos os povos originários do Brasil, por todo o seu conhecimento, arte e cultura. Felizmente, cada vez mais, todo esse universo está sendo conhecido e apreciado para além do nosso país!   Os Baniwa, que vivem no Alto Rio Negro e também às margens do Rio Içana, fazem parte de um complexo cultural de 22 povos indígenas ...

#LutaPelaVida: de que independência estamos falando?

Desde o dia 22 de agosto, a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil, APIB, realiza a maior mobilização de povos indígenas com o grito: “nossa história não começa em 1988!”, em luta  contra o Marco Temporal, que está em discussão no Supremo Tribunal Federal (STF) – que estabeleceria que os povos originários só poderiam reivindicar terras ocupadas até a aprovação da Constituição de 88 – e, mais do que isso, mobilizados em defesa da vida e da democracia. Conforme texto divulgado...

Pensar globalmente, agir localmente.

“Pensar globalmente, agir localmente”. A frase pode até ter se tornado um clichê, um senso comum, mas ainda carrega um intenso e importante significado diante dos desafios cotidianos para a manutenção da nossa existência no planeta. O responsável por ela foi o sociólogo alemão Ulrich Beck, em suas reflexões sobre o processo de globalização, e carrega ideias como participação, colaboração e solidariedade. Ou seja, pela aproximação e o encontro de culturas e identidades locais...

Ser complexo é ser livre

Edgar Morin, 100 anos   Edgar Morin, pseudônimo de Edgar Nahoum, nasceu em 1921, em Paris. Ele completou 100 anos no mês passado e é considerado um dos principais pensadores contemporâneos. Doutor honoris causa em universidades de vários países, é formado em Direito, História e Geografia na Sorbonne, e também realizou estudos em Filosofia, Sociologia e Epistemologia. Autor de mais de 60 livros, pesquisador emérito do importante CNRS (Centre National de la Recherche...

RevoluSolar: energia limpa que vem das comunidades

Salve, Glorioses. Quando falamos na Agenda 2030 e nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, a energia limpa e acessível  é imprescindível. Foi pensando nisso que um grupo de empreendedores e moradores dos morros da Babilônia e Chapéu Mangueira, no Rio de Janeiro, deram o pontapé inicial em um projeto que viria a transformar a vida na comunidade.   O RevoluSolar nasceu há seis anos, lá em 2015, com um grande propósito: levar energia solar para dentro das favelas, capacitando os jovens,...

Feminismo e mudanças climáticas: o que isso tem a ver?

Estudos têm demonstrado que maneiras urgentes para mitigarmos e termos maiores condições e capacidades formulativas para lidar com as mudanças climáticas passam pela participação e o empoderamento feminino. Há quem tente, mas não é mais possível negar que vivemos na era das mudanças climáticas. Há quem tente emplacar o negacionismo sobre o que vivemos, inclusive, com espaço em colunas de grande projeção. Sempre que vejo o negacionismo das...

Mais uma data comemorativa que a gente não usa pra comemorar: Hoje vamos falar do Dia Interamericano da Qualidade do Ar

Bom, geralmente a gente fala de coisas boas na Atitude Bemglô, porque é importante alimentar a esperança no dia a dia. Mas hoje, em especial, não vamos fazer isso. Hoje chamo você aqui pra gente se puxar a orelha.   Vamos começar a falar que 9 a cada 10 pessoas no mundo respiram um ar poluído. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), 92% da população respira um ar cuja qualidade é inferior à recomendada. Mais ou menos 100 milhões de...

Acordo de Escazú

Salve, glorioses. Já imaginou se todos os países se unissem em prol da preservação e do bem comum? Pois essas iniciativas existem e, aqui na América Latina, uma delas entrou em vigor neste ano.   Trata-se do "Acordo Regional sobre Acesso à Informação, Participação Pública e Acesso à Justiça em Assuntos Ambientais na América Latina e no Caribe", ou simplesmente Acordo de Escazú, que reuniu cerca de 24 países do nosso continente em um verdadeiro pacto ambiental.   ...

Seis décadas sem Lady Day

Billie Holiday, cujo nome verdadeiro era Eleanora Fagan, morreu há 62 anos, em julho de 1959, com apenas 44 anos de idade. Lembrei dela neste mês que é comemorativo à mulher negra latino-americana e caribenha. Não só pela efeméride em si e nem pelo drama e intensidade da sua voz inconfundível. Lembrei também da sua importância na luta pela igualdade racial em uma época que ela, já admirada e reconhecida, durante suas turnês, era obrigada a fazer suas próprias necessidades na rua em alguns...

Vamos falar de plástico verde?

Salve, glorioses. Chegamos ao final desse mês #JulhoSemPlástico e hoje vamos falar sobre o plástico verde, um projeto brasileiro, reciclável e desenvolvido a partir de biomassa da cana-de-açúcar. Você conhece essa iniciativa? Diferente do plástico convencional, feito a partir do petróleo, o maior diferencial do plástico verde é a sua matéria-prima. A fonte mais comum é a cana-de-açúcar, mas também é possível desenvolvê-lo a partir do milho e da beterraba. E o que chamamos de fonte...

Julho das Pretas: Viva Tereza de Benguela!

Desde 2014 que o dia 25 de julho é o Dia Nacional Tereza de Benguela. Para que seu espírito inspire todas nós. A data não foi escolhida à toa. Desde 1992, após a realização do 1o Encontro de Mulheres Negras da  América Latina e do Caribe, na República Dominicana, que o dia 25 de julho é o Dia da Mulher Negra Latino-americana e Caribenha, reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU). Esse marco é importante...

alguma coisa acontece no coração de sp: conheça a Horta D. Alice

movimento; terra; luta; coração; vida;   “Quem não luta, tá morto!” A parede de cores vivas e que sustenta palavras tão fortes, é a porta de entrada para a Ocupação 9 de Julho, no coração de sp. Quando o seu portão se abre, a primeira coisa que se vê são duas árvores imensas, e logo atrás, o antigo prédio do INSS se mostra: grande e vivo, assim como as...
Selecione sua moeda
EUREuro
Abrir Chat
Precisa de ajuda?
Olá, como podemos te ajudar?