Baniwa e a força de suas mulheres

Salve Glorioses! Vocês que acompanham a Bemglô, sabem o quanto valorizamos e admiramos os povos originários do Brasil, por todo o seu conhecimento, arte e cultura. Felizmente, cada vez mais, todo esse universo está sendo conhecido e apreciado para além do nosso país!   Os Baniwa, que vivem no Alto Rio Negro e também às margens do Rio Içana, fazem parte de um complexo cultural de 22 povos indígenas ...

#LutaPelaVida: de que independência estamos falando?

Desde o dia 22 de agosto, a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil, APIB, realiza a maior mobilização de povos indígenas com o grito: “nossa história não começa em 1988!”, em luta  contra o Marco Temporal, que está em discussão no Supremo Tribunal Federal (STF) – que estabeleceria que os povos originários só poderiam reivindicar terras ocupadas até a aprovação da Constituição de 88 – e, mais do que isso, mobilizados em defesa da vida e da democracia. Conforme texto divulgado...

Pensar globalmente, agir localmente.

“Pensar globalmente, agir localmente”. A frase pode até ter se tornado um clichê, um senso comum, mas ainda carrega um intenso e importante significado diante dos desafios cotidianos para a manutenção da nossa existência no planeta. O responsável por ela foi o sociólogo alemão Ulrich Beck, em suas reflexões sobre o processo de globalização, e carrega ideias como participação, colaboração e solidariedade. Ou seja, pela aproximação e o encontro de culturas e identidades locais...

Ser complexo é ser livre

Edgar Morin, 100 anos   Edgar Morin, pseudônimo de Edgar Nahoum, nasceu em 1921, em Paris. Ele completou 100 anos no mês passado e é considerado um dos principais pensadores contemporâneos. Doutor honoris causa em universidades de vários países, é formado em Direito, História e Geografia na Sorbonne, e também realizou estudos em Filosofia, Sociologia e Epistemologia. Autor de mais de 60 livros, pesquisador emérito do importante CNRS (Centre National de la Recherche...

RevoluSolar: energia limpa que vem das comunidades

Salve, Glorioses. Quando falamos na Agenda 2030 e nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, a energia limpa e acessível  é imprescindível. Foi pensando nisso que um grupo de empreendedores e moradores dos morros da Babilônia e Chapéu Mangueira, no Rio de Janeiro, deram o pontapé inicial em um projeto que viria a transformar a vida na comunidade. O RevoluSolar nasceu há seis anos, lá em 2015, com um grande propósito: levar energia solar para dentro das favelas, capacitando os jovens, gerando...

Feminismo e mudanças climáticas: o que isso tem a ver?

Estudos têm demonstrado que maneiras urgentes para mitigarmos e termos maiores condições e capacidades formulativas para lidar com as mudanças climáticas passam pela participação e o empoderamento feminino. Há quem tente, mas não é mais possível negar que vivemos na era das mudanças climáticas. Há quem tente emplacar o negacionismo sobre o que vivemos, inclusive, com espaço em colunas de grande projeção. Sempre que vejo o negacionismo das...

Mais uma data comemorativa que a gente não usa pra comemorar: Hoje vamos falar do Dia Interamericano da Qualidade do Ar

Bom, geralmente a gente fala de coisas boas na Atitude Bemglô, porque é importante alimentar a esperança no dia a dia. Mas hoje, em especial, não vamos fazer isso. Hoje chamo você aqui pra gente se puxar a orelha. Vamos começar a falar que 9 a cada 10 pessoas no mundo respiram um ar poluído. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), 92% da população respira um ar cuja qualidade é inferior à recomendada. Mais ou menos 100 milhões de pessoas em...

Acordo de Escazú

Salve, glorioses. Já imaginou se todos os países se unissem em prol da preservação e do bem comum? Pois essas iniciativas existem e, aqui na América Latina, uma delas entrou em vigor neste ano.   Trata-se do "Acordo Regional sobre Acesso à Informação, Participação Pública e Acesso à Justiça em Assuntos Ambientais na América Latina e no Caribe", ou simplesmente Acordo de Escazú, que reuniu cerca de 24 países do nosso continente em um verdadeiro pacto ambiental.   ...

Seis décadas sem Lady Day

Billie Holiday, cujo nome verdadeiro era Eleanora Fagan, morreu há 62 anos, em julho de 1959, com apenas 44 anos de idade. Lembrei dela neste mês que é comemorativo à mulher negra latino-americana e caribenha. Não só pela efeméride em si e nem pelo drama e intensidade da sua voz inconfundível. Lembrei também da sua importância na luta pela igualdade racial em uma época que ela, já admirada e reconhecida, durante suas turnês, era obrigada a fazer suas próprias necessidades na rua em alguns...

Vamos falar de plástico verde?

Salve, glorioses. Chegamos ao final desse mês #JulhoSemPlástico e hoje vamos falar sobre o plástico verde, um projeto brasileiro, reciclável e desenvolvido a partir de biomassa da cana-de-açúcar. Você conhece essa iniciativa? Diferente do plástico convencional, feito a partir do petróleo, o maior diferencial do plástico verde é a sua matéria-prima. A fonte mais comum é a cana-de-açúcar, mas também é possível desenvolvê-lo a partir do milho e da beterraba. E o que chamamos de fonte...

Julho das Pretas: Viva Tereza de Benguela!

Desde 2014 que o dia 25 de julho é o Dia Nacional Tereza de Benguela. Para que seu espírito inspire todas nós. A data não foi escolhida à toa. Desde 1992, após a realização do 1o Encontro de Mulheres Negras da  América Latina e do Caribe, na República Dominicana, que o dia 25 de julho é o Dia da Mulher Negra Latino-americana e Caribenha, reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU). Esse marco é importante...

alguma coisa acontece no coração de sp: conheça a Horta D. Alice

movimento; terra; luta; coração; vida;   “Quem não luta, tá morto!” A parede de cores vivas e que sustenta palavras tão fortes, é a porta de entrada para a Ocupação 9 de Julho, no coração de sp. Quando o seu portão se abre, a primeira coisa que se vê são duas árvores imensas, e logo atrás, o antigo prédio do INSS se mostra: grande e vivo, assim como as...

#JulhoSemPlástico: 30 dias para fazer diferente

Salve, glorioses. Não é de hoje que a ONU avisa: se não fizermos algo até 2050, haverá mais plástico do que peixes no mar. O material, uma inovação da indústria para revolucionar a sociedade e que está presente em praticamente tudo o que consumimos, tornou-se um verdadeiro desastre ambiental, fruto da produção em excesso e descarte incorreto.    Você sabia que o...

Quando ateiam fogo em uma mulher trans, ateiam fogo em todas nós!

 Na semana passada, Roberta, mulher, pessoa em situação de rua, foi queimada viva por um homem jovem. E, me pergunto: por que não ficamos todas nós indignadas?   Os tempos não estão nada fáceis. Mas me pergunto constantemente: quando eles não foram difíceis? A sensação de dificuldade, de piora das coisas, ou mesmo de sua melhora, pode ser considerada relacional a quem vive, a quem sente. Quando falam em avanço da repressão, do Estado...

Dia do Orgulho Gay é todo dia

Em junho de 1969, em Nova York, um acontecimento desencadeou o movimento pelos direitos dos homossexuais. Há 51 anos, um grupo de gays, lésbicas e trans estava reunido no bar Stonewall Inn quando foram surpreendidos por uma batida policial para prender clientes por “conduta imoral”. A repressão policial na época era comum em ambientes frequentados pela comunidade – hoje conhecida como – LGBTQIA+. Bares como o Stonewall passavam por vistorias da polícia frequentemente, mas no dia 28 daquele...

Pedagogia da Terra

Salve, Glorioses. Amanhã celebramos o Dia Nacional da Educação Ambiental e estamos em meio à Semana do Meio Ambiente, que neste ano traz o tema "Restaurar para Viver". E sobre o quê tratam essas datas? Educação! Mas não qualquer uma, e, sim, a educação da terra. Quem fala muito sobre o tema é Moacir Gadotti, educador e filósofo, presidente de honra do ...

20 em 2020: Os vinte artistas latino-americanos da nova década

De tempos em tempos surgem livros que procuram, de alguma maneira, apontar quem são os jovens (e nem tão jovens) artistas importantes que estão fazendo a diferença ou que vão ser os grandes nomes para se prestar atenção na década na qual vivem e produzem. Foi assim com o livro “Cream”, de 1998; “Blink.”, de 2002 (focado apenas em fotografia);  “Art:21 - Art in the Twenty-First Century” e “Installation Art in the New Millennium”, ambos de 2003. Alguns desses livros têm curadores...

Uma criança yanomami morreu! Poderia ser seu filho. Poderia?

Um breve desabafo diante da epidemia da falta de empatia e da naturalização da violência em nosso país.    “Nunca vivemos, como os brancos, em terras ardentes e sem árvores, percorridas por máquinas em todo lugar. No primeiro tempo, nossos maiores viviam sozinhos na floresta, longe das mercadorias e dos motores. Essas fumaças de epidemia têm um cheiro ruim que cortou o sopro de vida deles.” ...