Samela Awiá Sateré
Quarta Gloriosa

Samela Awiá Sateré

Samela Awiá Sateré

Salve Glorioses. No último dia 19, celebramos o “Dia do Índio“, proposto em 1940 mas que já passou por ressignificações, a começar pelo nome – o correto é indígena. Muita coisa mudou desde os estereótipos que eram ensinados sobre os povos originários, grande parte devido à juventude indígena. 

Por isso, hoje vamos falar sobre Samela Sateré-Mawé, universitária do povo Sateré-Mawé, artesã e uma grande comunicadora nas redes sociais!  Ela está na Articulação dos Povos Indígenas do Brasil, é apresentadora de um canal no Youtube e também faz parte do time brasileiro do movimento Greve Pelo Clima (Fridays For Future), encabeçado pela sueca Greta Thunberg. 

Samela vive na zona urbana de Manaus, filha e neta de artesãs. Sua avó e as irmãs foram levadas da terra indígena Andirá-Marau, na divisa com o Pará, para estudarem na capital do Amazonas. Chegando lá, passaram a trabalhar em casas de família e foram impedidas de falarem a própria língua.

Quando cresceram, elas se uniram para fundar a Associação das Mulheres Indígenas Sateré-Mawé, em 1992, e passaram a viver exclusivamente do artesanato. Samela conta que nasceu neste ambiente, embaixo de mesa nas feiras pela cidade e desde cedo aprendeu a produzir e vender também. 

Nem sempre foi fácil e muitas vezes elas vendiam latinha para complementar a renda. As coisas começaram a mudar quando Samela, já mais velha, pôde ajudar a mãe na divulgação da Associação, principalmente na internet. Hoje, elas passam os 9 mil seguidores no Instagram e vendem para todos os estados do Brasil e até exterior!

Essa facilidade com a comunicação fez de Sâmela um destaque nas redes sociais. Na Apib, uma das maiores associações indígenas do país, ela cuida do Instagram, Facebook e Twitter, e é possível encontrar algum vídeo dela circulando por essas redes explicando temas importantes. 

É isso que ela faz no Canal Reload, formado por jovens de todo o Brasil. Ela representa o norte ao lado de Priscila Tapajowara, outra comunicadora de destaque entre os jovens indígenas. Juntas, falam sobre história, cultura e movimento indígena de maneira descomplicada, de jovem para jovem. 

E além do trabalho na internet e com as artesãs de sua família em casa, Samela também está na Academia. Ela estuda Biologia pela Universidade do Estado do Amazonas e lá dentro também fez revolução. 

Ela foi uma das primeiras pessoas a entrar na universidade pelo sistema de cotas para povos indígenas, mas conta que era muito difícil alguém se assumir indígena em sala de aula – pelo preconceito e até despreparo dos colegas. Foi quando ela decidiu procurar os outros alunos indígenas e fundou grupos de apoio, com reuniões semanais, para que trocassem suas experiências e se ajudassem neste novo espaço. 

Desde cedo, Samela sabia trabalhar em coletivo. Se unir ao Fridays For Future foi só mais um passo nessa direção. Com o grupo, além das greves pelo clima às sextas-feiras, organizaram a campanha SOS Amazônia, coletando doações em dinheiro e distribuindo para organizações que atuam diretamente na floresta. Em 1 ano de campanha, foram mais de 1 milhão de reais arrecadados! 100 mil doados pela própria Greta. Com isso, foi possível financiar alimentos, máscaras e itens de higiene para comunidades de todo o estado.

Para o futuro, Samela espera ampliar a rede de apoio a universitários indígenas para fora da UEA e também criar um espaço estruturado para as artesãs da Associação das Mulheres Indígenas Sateré-Mawé trabalharem juntas, como manda a tradição.

Samela Sateré-Mawé é uma jovem do século 21, antenada às questões do seu tempo, que domina as redes sociais e sabe circular por todos os espaços. Mas ela tem um diferencial: a ancestralidade caminha junto dela. 

“Eu falo ‘nós‘ porque não sou um ser individual, tem a minha comunidade toda atrás de mim. Depois dela, tem o povo Sateré-mawé todo atrás de mim. E atrás do povo, tem os povos indígenas do Brasil inteiro que, de uma forma ou de outra, estão falando através da minha voz.” 

Que tal acompanhar o trabalho da Samela? É só segui-la no Instagram e se inscrever no Canal Reload!  

Um beijo e até a próxima Quarta Gloriosa.

3 thoughts on “Samela Awiá Sateré

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione sua moeda
EUREuro
Abrir Chat
Precisa de ajuda?
Olá, como podemos te ajudar?