Manaus – AM
Viajando

Manaus – AM

Manaus – AM
Foto Jangada
Foto JangadaComprar

Manaus, ao contrário do que muitos pensam, não é uma cidade pacata no meio da selva. A metrópole com 2 milhões de habitantes já mostra sintomas de um centro urbano que cresceu rápido demais, mas a natureza está presente e perto, obviamente. O município conta com parques que foram preservados, o calçadão revitalizado da Ponta Negra, onde o rio Negro abraça a cidade e os inúmeros hotéis de selva localizados nos arredores de Manaus.

Quando estiver por lá não deixe de provar o sanduíche de tucumã, a comida mais famosa da cidade. Visite o Teatro Amazonas, o Palacete Provincial e o Palácio Rio Negro. Além disso, não se esqueça de fazer o clássico passeio de barco que vai até o encontro das águas dos Rios Negro e Solimões.

Para quem nunca a visitou o Norte, vale a pena aproveitar os restaurantes e provar as comidas típicas:

Guaraná – A bebida em Manaus não é o refrigerante: guaraná em Manaus é sinônimo de um suco de água com o amargo pó – feito da semente da frutinha, torrada e moída em processo similar ao do café – ou com seu xarope, bem adocicado. As marcas regionais mais conhecidas são Baré, Regente, Tuchaua e Real. Onde beber: Casa do Guaraná Saterê, Ponto do Guaraná, Café Regional Joelza, Café Regional Priscila e nos bares e lanchonetes da cidade.

Peixes do Rio Amazonas – Nos rios da Amazônia há cerca de 2 mil espécies de peixes. E pelo menos dez delas podem ser provadas nos restaurantes da cidade. Entre as receitas mais conhecidas estão a costela de tambaqui na brasa, a caldeirada de tucunaré, clássicos locais, e o pirarucu de casaca, em que o peixe é servido entre camadas de farofa – de preferência, feita com a típica farinha ovinha. Neste prato, o peixe é preparado em sua versão ”bacalhau da Amazônia”. Matrinxã, jaraqui e acari (que, quando assado e socado, se transforma numa farinha de base para receitas de bolinhos e caldos) também são facilmente encontrados nos menus manauaras, quase sempre acompanhados por tucupi, farofa e um molhinho de pimenta – a amarela, feita de murupi, é bem típica.

Sanduíche de Tucumã – Em qualquer lanchonete, é fácil encontrar o tal x-caboclinho – em Manaus, aliás, os mais regionalistas leem “x-caboquinho”. A receita não tem segredo: no meio de um pão francês colocam-se lascas de tucumã, fruto de uma palmeira amazônica. Oleoso, o ingrediente funciona como uma espécie de manteiga (com sabor totalmente diferente) e pode vir acompanhado de queijo coalho ou banana. Onde comer: Waku Sese, Café Regional Joelza, Café Regional Priscila, Café Regional Tapiri e em lanchonetes ao redor do Teatro Amazonas.

Gostaram da dica?

Até a próxima!

2 thoughts on “Manaus – AM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Chat
Precisa de ajuda?
Olá, como podemos te ajudar?