Vamos ao piquenique?
Quarta Gloriosa

Vamos ao piquenique?

Vamos ao piquenique?

Você já tirou um tempo para estar em família, com os amigos, e preparar lanches especiais? Quando esse momento é feito ao ar livre, é ainda mais gostoso e leva o nome de piquenique. Quem nunca, quando criança, sonhou com uma festa de aniversário no parque? O piquenique é isso: se reunir com quem a gente gosta, compartilhar e relaxar em contato com a natureza. É uma forma de lazer que ainda hoje nos encanta, mas tem sua origem há muito tempo atrás.

A história do piquenique

Há quem diga que tudo começou na França, outros na Inglaterra. O fato é que confraternizar em grupo e ao ar livre é um hábito que atravessa eras e culturas. Na antiga Babilônia, Grécia, Egito e Roma os festivais ao ar livre uniam toda a comunidade. Dos Romanos vem o costume das “reuniões de caça”, onde os serviçais preparavam os animais recém-abatidos para os reis. É daí que vem a expressão “pôr a mesa”, que a gente usa até hoje. Os criados colocavam a mesa do lado de fora para que os reis pudessem se alimentar. E dessas grandes reuniões é que vem a cultura do piquenique que a gente conhece hoje.

A escrita varia muito, mas a palavra apareceu pela primeira vez em 1649 no livro “Les charmants effets des barricades” para nomear essas refeições ao ar livre (pique do verbo pegar, e nique como algo pequeno). Não uma refeição completa, mas os pequenos lanches que a gente prepara em família. Dizem que os franceses são os que mais inventam moda no mundo, e desde então o piquenique se espalhou.

The Picnic, 1865-66 – Claude Monet

Hoje o piquenique é um costume mundial, que cada cultura traduz de uma forma. O que não muda é a confraternização em grupo, com comidas variadas, reunidas ao ar livre com o intuito principal do lazer. Não tem como não se contagiar. E se você nunca fez o seu próprio piquenique, aqui vão as dicas:

Para o piquenique ideal

Ar livre

Nada de querer fazer um piquenique na sua sala, o gostoso é ir pra fora. Pode ser uma praça ou um belo parque, mas o verde é que traz o aconchego ao piquenique.

Comidas coletivas

Às vezes a gente quer cuidar de tudo, mas pedir ajuda é sempre bom e a construção em conjunto é a alma do piquenique. Chame os amigos e incentive todo mundo a participar. Você vai ver que ninguém vai querer ficar de fora.

Jogos e brincadeiras

Na antiguidade os piqueniques eram muito comuns na primavera, para festejar a chegada das flores com jogos e competições esportivas. Ainda hoje a gente tem o costume de aproveitar os dias de sol para práticas ao ar livre. Num piquenique, você pode propor brincadeiras infantis como corrida de saco, peteca, pique esconde com toda a família. Estar com quem a gente gosta é sempre uma oportunidade para se divertir.

Quando a gente pensa em revitalizar as energias, que é o tema que vamos debater esse mês, a gente nem sempre pensa no poder das pequenas ações. Então aproveite uma oportunidade para se distrair, relaxar e se renovar.

Que tal sugerir essa ideia no grupo da família e marcar um piquenique? Depois nos conte como foi.

Um beijo e até a próxima quarta!

 

 

 

Marcador de Páginas com Lápis - Rede Asta
Marcador de Páginas com Lápis – Rede Asta

Comprar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Chat
Precisa de ajuda?
Olá, como podemos te ajudar?