A importância da aceitação: Pais, Filhos e a homossexualidade
Quarta Gloriosa

A importância da aceitação: Pais, Filhos e a homossexualidade

A importância da aceitação: Pais, Filhos e a homossexualidade

A aceitação da homossexualidade dentro das famílias ainda é um tabu, seja por parte dos filhos, seja por parte dos pais. Mesmo vivendo uma época de questionamento e mudança, marcada pela redefinição de tudo o que parecia estabelecido. Os papéis masculino e feminino, a própria homossexualidade e também as instituições, como a escola e a família. No entanto, algo que permanece imutável é o papel que a família tem na transmissão de valores. É na família que as informações recebidas são processadas, permitindo aos filhos formarem sua visão de mundo.

A educação sexual, mesmo hoje em dia, dificilmente é realizada dentro da família. A adolescência costuma ser uma fase complicada, afastando as gerações do diálogo franco e aberto, em especial os relacionados à sexualidade.

A suspeita diante de uma orientação sexual que se mostre diferente do gênero de nascimento de um filho ou filha, normalmente instala um abismo entre as pessoas, gerando problemas como a violência doméstica ou a expulsão de casa, colocando o jovem em situação de maior risco ainda.

Homossexualidade e a violência dentro e fora de casa 

A idealização, o orgulho ou a ignorância são alguns aspectos que criam as dificuldades para a aceitação de que os filhos pensam e agem diferentemente de seus progenitores. Cabe aos pais compreenderem que, assim como eles próprios, os jovens homossexuais também sofrem muito pela opção sexual deles.

Fora de casa, passam por situações de violência física e psicológica, até mesmo na escola, que imaginamos ser um local seguro. Sem conseguirem modificar o objeto de seu desejo, tentam de todas as maneiras se enquadrarem nas expectativas criadas pela sociedade. O apoio dos pais, principalmente nessa situação, é de primordial importância.

Por conta dessa situação, em janeiro de 2005 foi criado o VIDEVERSO – Grupo de Ação e Pesquisa em Diversidade Sexual que, desde então está formalmente inserido no Núcleo de Ensino e Pesquisa em Psicologia da Saúde (NEPPS), do Departamento de Psicologia e Educação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (FFCLRP-USP). Além das atividades de extensão universitária – atendimento à comunidade, sob a forma de grupos de apoio, psicoterapia individual, oficinas, seminários e jornadas – o VIDEVERSO se caracteriza pela atenção que tem dispensado à produção de conhecimento no campo da sexualidade humana.

Vejam o emocionante depoimento desse pai, e como a família lidou com a questão da homossexualidade:

Aceitar que os filhos têm suas próprias escolhas nem sempre é tarefa fácil para os pais, mas o respeito é necessário para que eles sintam segurança no seio da própria família, se fortalecendo para as batalhas externas que são muitas, pela força do amor incondicional.

Beijos,

 

 

 

Colar Mandala Ipiabas Vice Versa G - Rede Asta
Colar Mandala Ipiabas Vice Versa G – Rede Asta

Comprar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Chat
Precisa de ajuda?
Olá, como podemos te ajudar?